Última hora

Em leitura:

Youtubers "ansiosos" por entrevistarem Juncker sobre a Europa

A redação de Bruxelas

Youtubers "ansiosos" por entrevistarem Juncker sobre a Europa

Publicidade

Discutir o futuro da União Europeia com jovens youtubers foi o desafio proposto a Jean-Claude Juncker para o dia seguinte ao seu discurso sobre o Estado da União.

Para se prepararem, o jovem polaco, outro alemão e uma jovem francesa, assistiram ao discurso na sala de imprensa da Comissão Europeia e a euronews foi conhecer as suas expetativas.

O polaco Lukasz Jakóbiak disse que “Juncker falou muito sobre a Polónia e também sobre o terrorismo, algo que é importante para o meu país, para mim e para o meu público. Estou muito entusiasmado porque vai ser completamente diferente do que faço nas minhas entrevistas, no meu estúdio, que é muito pequeno, são apenas 20 m2. Vir aqui deixa-me muito entusiasmado, ele é divertido, gosto dele e estou certo de que teremos uma boa relação”.

A francesa Laetitia Birbes, que é uma vloguer sobre estilos de vida saudável e proteção do ambiente, disse que “é muito interessante poder conhecer um político de uma instituição europeia tão importante, é uma oportunidade única que não podia recusar. E é também uma boa maneira de fazer passar uma mensagem, de representar a juventude francesa e os jovens europeus junto de Jean-Claude Juncker. É realmente uma grande oportunidade”.

Numa parceria da euronews com a Google e a Debating Europe, Juncker vai conversar ao longo de uma hora, em três línguas, com estes jovens que fizeram um ensaio para que tudo corra sobre rodas.

O alemão Jonas Ems refere que “apesar de eu ter muitos espetadores com idades entre 13 a 17 anos, que em teoria não teriam muito a dizer sobre política – pelo menos, foi o que eu assumi – tive milhares de comentários, o que foi uma grande surpresa e me deixou muito, muito feliz. Tive um feedback muito positivo e estou muito satisfeito”.

A moderação cabe à jornalista da euronews Isabelle Kumar e o programa será transmitido, em direto, a partir das 10h00 (hora de Portugal Continental), nos sites da euronews e do Youtube.

Os utilizadores das redes sociais podem fazer os seus comentários usando a hashtag #AskJuncker.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte