Última hora

Em leitura:

Itália: Marco Morelli, o novo patrão do Monte dei Paschi di Siena

empresas

Itália: Marco Morelli, o novo patrão do Monte dei Paschi di Siena

Publicidade

Os mercados acolheram com agrado a nomeação de Marco Morelli como novo presidente executivo do banco italiano Monte dei Paschi di Siena (MPS). A cotação bolsista voltaria a recuar horas depois.

Marco Morelli, com 54 anos, é o antigo diretor da filial italiana do Bank of America Merill Lynch. Antes da nomeação pelo Conselho de Administração, Morelli recebeu a luz verde do BCE.

A missão de Morelli não é fácil. Terá de salvar a terceira maior instituição bancária de Itália.

O Monte dei Paschi de Siena é o banco mais antigo do mundo, mas também o mais frágil da Europa, como revelaram os testes de resistência do Banco Central Europeu, em julho.

O banco detém 47 mil milhões de euros de ativos tóxicos ou em crédito malparado e, desde o início do ano, as ações já perderam 80% do valor. Além disso precisa de realizar um aumento de capital, num valor de cinco mil milhões de euros. É o terceiro desde 2014 e os investidores mostram-se reticentes.

Na semana passada, o então presidente executivo, Fabrizio Viola, apresentou a demissão, para permitir à direção reconquistar os investidores. Mas não será fácil. O banco vale apenas 679 milhões de euros no mercado.

Além disso, esta quinta-feira, a justiça italiana adiou, para 1 outubro, a decisão sobre o julgamento dos 16 ex-dirigentes do MPS. Estes são investigados pelo alegado desvio de fundos do banco. Segundo o juíz, a defesa precisa de tempo para analisar os novos documentos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte