Última hora

Em leitura:

Egito recebe último dos navios de guerra Mistral

mundo

Egito recebe último dos navios de guerra Mistral

Publicidade

Amarras soltas no caso dos navios de guerra franceses da classe mistral.

A França entregou a segunda de duas fragatas de assalto anfíbio à marinha egípcia e termina assim uma longa história iniciada com a anexação da Crimeia por parte da Rússia.

No porto francês de Saint-Nazaire, a bandeira egípcia foi içada no “Anwar El Sadat”, um navio polivalente de 199 metros de cumprimento com capacidade de transporte de 22 mil toneladas, também conhecido como porta-helicópteros.

O “Anwar El Sadat”, nome de um presidente egípcio, prémio Nobel da paz assassinado em 1981, vai ter a sua base em Alexandria. A tripulação de 360 marinheiros recebeu uma formação rápida depois do equipamento russo daquele que se chegou a chamar Vladivostok, ter sido substituído por outro de acordo com a operacionalidade egípcia.

A compra dos dois navios por cerca de 950 milhões de euros, graças a um financiamento saudita, conclui um caso que envolveu a Rússia, cliente inicial das embarcações.

A agenda política dos russos no leste ucraniano e o subsequente embargo de armas ditou a anulação do negócio.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte