Última hora

Em leitura:

UEFA: Aleksander Čeferin entra ao ataque

mundo

UEFA: Aleksander Čeferin entra ao ataque

Publicidade

“A Liga dos Campeões não pode continuar nesta direção, pois isso irá levar à formação de um clube fechado”. São palavras do novo presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, que entrou ao ataque e não se coibiu de criticar o acordo para o novo formato da competição, que apanhou toda a gente de surpresa e foi assinado quando até havia um vazio de poder na UEFA:

“A comunicação não foi bem feita, nem as associações nacionais nem os clubes sabiam de nada. Isto é um problema para a UEFA e não se deve repetir. Primeiro quero conhecer o acordo e depois vou decidir o que fazer.”

O novo formato, previsto para 2018, assegura desde logo quatro clubes dos quatro principais países na fase de grupos da Liga dos Campeões, ou por outras palavras, metade das vagas vão para Espanha, Inglaterra, Alemanha e Itália. Um cenário que Čeferin acredita ainda ir a tempo de mudar.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte