Última hora

Em leitura:

Venezuelanos voltam às ruas para pedir demissão de Maduro

mundo

Venezuelanos voltam às ruas para pedir demissão de Maduro

Publicidade

Na Venezuela várias centenas de pessoas saíram às ruas para protestar contra Nicolas Maduro e pedindo a sua demissão.

Estão longe do milhão que participou na anterior manifestação, a 1 de setembro, mas não deixaram de se fazer ouvir nas ruas de Caracas, a capital venezuelana.

Apoiam a Coligação Unidade Democrática, da oposição, que exige a realização de um referendo para o afastamento do Presidente da Venezuela.

Um processo que estão nas mãos da Comissão Nacional de Eleições que acusam de apoiar Maduro.

“Eles têm de reconhecer o direito que nós, venezuelanos, temos de pedir um referendo. Vamos lutar, sem parar, porque não vamos deixar que eles nos enganem. Este é um direito está consagrado no artigo 72 da Constituição”, explica Victor Mejia, um manifestante.

“Maduro, queremos que te vás embora! As pessoas estão a pedir-te: por favor, vai te embora! Não te queremos! São as pessoas que decidem e nós não te queremos na Venezuela!” – Afirma Dilia Mendonza, outra manifestante.

A realização do referendo prevê a recolhas de assinaturas de 20 por cento do eleitorado, ou seja de quatro milhões de pessoas. A Comissão Nacional de Eleições tem vindo a adiar a realização deste processo.

Na Venezuela, o parlamento está maioritariamente, nas mãos da oposição o que não ajuda Nicolas Maduro.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte