Última hora

Em leitura:

Dois trabalhadores italianos e um canadiano raptados na Líbia

mundo

Dois trabalhadores italianos e um canadiano raptados na Líbia

Publicidade

Dois cidadãos italianos, um canadiano e o respetivo motorista terão sido raptados esta segunda-feira de manhã na Líbia por um grupo de homens mascarados e armados. O sequestro foi confirmado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros de Itália, que está a acompanhar o caso.

O caso terá ocorrido no distrito de Ghat, na região de Fezzan, no sudoeste do país, próximo da fronteira com a Argélia. A região fica em pleno deserto, está sob controlo do governo de união nacional sediado em Tripoli, é habitada maioritariamente por tribos tuaregues aliadas do governo e é tida como uma zona não perigosa.

Os cidadãos estrangeiros são, no entanto, um objetivo prioritário para reivindicações económicas na Líbia, um país envolto numa crise profunda desde a revolução de 2011 que levou à destituição e morte do antigo ditador Muammar Kadhafi.

As vitimas estrangeiras do rapto são trabalhadores da empresa de construção italiana Con.I.Cos (Contratti Internazionali Costruzioni), que tem em mãos um projeto de manutenção da pista do aeroporto de Ghat. O quarto sequestrado era o motorista dos trabalhadores e será um residente de Ghat. Os quarteto foi intercetado quando os estrangeiros se dirigiam para o trabalho.

Os cidadãos italianos foram identificados como sendo Bruno Cadecce, de 56 anos e há 15 a viver na Líbia, e Danilo Calonego, de 66. A identificação do cidadão canadiano não foi ainda revelada.

A informação em torno deste caso é escassa. O rapto não foi ainda reivindicado. O presidente da câmara de Ghat, Komani Mohamed Saleh, é citado pelo jornal digital Tuniscope a afirmar que “desconhecidos sequestraram pela manhã um canadiano e dois italianos” e que está em curso uma investigação “para se apurar o grupo de raptores e para onde terão sido levados os sequestrados.”

O portal árabe 218tv adianta que os raptores terão agido mascarados, armados e com recurso a uma viatura 4×4 para intercetar o veículo das vítimas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte