Última hora

Em leitura:

Rafael Nadal e Mo Farah em lista de atletas que recorreram a substâncias proibidas

Desporto

Rafael Nadal e Mo Farah em lista de atletas que recorreram a substâncias proibidas

Publicidade

Os campeões olímpicos Mo Farah, Rafael Nadal e Justin Rose fazem parte de uma nova lista de atletas que recorreram a substâncias proibidas.

A revelação foi feita, segunda-feira, pelo grupo “hacker” russo “FancyBears”.

Os piratas informáticos, que acederam ilegalmente à base de dados da Agência Mundial Antidopagem, revelaram mais 26 nomes de atletas que usaram substâncias dopantes para fins terapêuticos.

Os documentos sobre o britânico Mo Farah, que no Rio de Janeiro se sagrou bicampeão olímpico nos 5.000 e 10.000 metros, revelam o uso do corticosteroide triancinolona e morfina.

Nos documentos sobre o espanhol Rafael Nadal, antigo número um mundial e vencedor de 14 títulos do ‘Grand Slam’, pode ver-se que o tenista teve autorização para receber doses intramusculares de betametasona e, durante os Jogos Olímpicos Londres2012, várias doses de uma substância corticoide.

Além de Espanha e Grã-Bretanha, a mais recente lista divulgada pelos piratas engloba atletas dos Estados Unidos, França, Canadá, Hungria, Dinamarca, Burundi, Bélgica e Argentina.

O ministro russo dos Desportos, Vitaly Mutko, já negou qualquer envolvimento do seu governo no ataque informático.

O diretor geral da Agência Mundial Antidopagem MA, Olivier Niggli não tem dúvidas de que os ataques são uma forma de retaliação por a agência ter revelado um esquema de “doping” patrocinado por Moscovo.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte