Última hora

Em leitura:

Breves de Bruxelas: fim do roaming, Tusk na ONU e refugiados

A redação de Bruxelas

Breves de Bruxelas: fim do roaming, Tusk na ONU e refugiados

Publicidade

A Comissão Europeia pôs fim à confusão gerada há alguns dias sobre o roaming, a taxa que se paga quando se usa o telemóvel no estrangeiro. Desde o início do mês que o executivo preparava o anúncio de medidas para reduzir a conta dos cidadãos europeus, sem ameaçar as operadoras de telecomunicações.

Neste programa que passa em revista a atualidade europeia revemos, também, as palavras do Presidente do Conselho Europeu na Assembleia-geral da ONU. Donald Tusk falou da questão da migração, mas também enfatizou a questão da segurança.

A propósito da crise dos refugiados, o Banco Mundial apresentou um novo relatório, que estima em 65 milhões o número de pessoas deslocadas em todo o planeta, ou seja, 1% da população mundial.

De acordo com esta instituição internacional, as políticas de desenvolvimento devem ir para além da simples resposta a emergências, como explicou à euronews Xavier DeVictor, diretor do programa para refugiados do Banco Mundial.

Para terminar, recordamos que os ministros do Comércio da União Europeia se reúnem, hoje e amanhã, em Bratislava. É uma reunião informal, mas o debate vai incidir sobre o importante balanço das negociações comerciais que estão a ser levadas a cabo pelos peritos da União Europeia.

Este encontro vai avaliar o apoio, ou oposição, dos governos ao TTIP e ao CETA, ou seja, os tratados de livre comércio com os Estados Unidos, por um lado, e com o Canadá, por outro.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte