Última hora

Em leitura:

Apagão em Porto Rico deixa às escuras quase 1,5 milhões de pessoas


Porto Rico

Apagão em Porto Rico deixa às escuras quase 1,5 milhões de pessoas

Um incêndio na central termoelétrica de Aguirre, no sul de Porto Rico, provocou quarta-feira um enorme apagão por todo o país, afetando 1475 milhões de clientes da Autoridade pública de Energia Elétrica (AEE) porto-riquenha.

A ilha das Caraíbas terá ficado totalmente às escuras durante a noite e, esta quinta-feira, o governo autorizou os funcionários públicos a retomarem o serviço apenas depois do meio-dia (cerca das 17 horas, em Lisboa) e suspendeu as aulas nas escolas públicas.

O incidente provocou a paragem de diversos serviços, incluindo o abastecimento de água a cerca de 450 mil porto-riquenhos. Os serviços estatais para a gestão de emergências e desastres (AEMEAD) informaram ter o incêndio controlado pelas 17 horas locais (22 horas, em Lisboa) e durante a noite prosseguiram os trabalhos para tentar relançar o abastecimento de eletricidade no país.

A quebra de corrente elétrica provocou, por exemplo, o bloqueio dos transportes públicos, por exemplo, na capital San Juan e muitos estabelecimentos comerciais viram-se mesmo obrigados a fechar portas.

Pelas 22 horas locais, a AEE estimava já ter restabelecido o serviço elétrico a cerca de 6000 clientes e previa para as primeiras horas da manha desta quinta-feira já ter conseguido recuperar o sistema na maior parte da ilha de Porto Rico.

Com o país ainda a trabalhar no restabelecimento do abastecimento da eletricidade, o AEMEAD emitiu um alerta para o perigo de inundações nos distritos de Cabo Rojo, Hormigueirs e Mayaguez, em Porto Rico. O aviso aqpelava ao reforço da atenção sobretudo durante a presente noite.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Venezuela: Referendo para revogar mandato de Maduro só em 2017