Última hora

Em leitura:

Pirata informático rouba dados de 500 milhões de contas do Yahoo


EUA

Pirata informático rouba dados de 500 milhões de contas do Yahoo

Mais de 500 milhões de contas do Yahoo foram pirateadas, naquele que poderá ser um dos maiores ataques informáticos de sempre.

O anúncio foi feito esta quinta-feira pela companhia norte-americana, semanas depois de um grupo de “hackers” ter colocado à venda os dados de 200 milhões de utilizadores na chamada Internet obscura.

O ataque realizado há dois anos, permitiu o acesso dos piratas aos nomes das contas, palavras-chave, endereços de correio eletrónico, datas de nascimento e mesmo às perguntas de segurança.

O Yahoo, dirigido por Melissa Mayer, garante, no entanto, que os dados bancários não se encontravam no servidor que foi alvo do ataque.

A companhia aponta o dedo ao que chama de piratas apoiados por um estado estrangeiro, sem especificar a origem do ataque.

Um pirata denominado “Peace”, tinha reclamado o ataque já em Agosto, tendo posto os dados à venda por 3 bitcoins, cerca de 1800 euros na Internet.

O ataque informático ocorre num momento em que a companhia telefónica Verizon tinha anunciado a aquisição da Yahoo por 4.83 mil milhões de dólares.

A Verizon afirma, esta noite, que não estava ao corrente do ataque no momento das negociações.

O Yahoo é igualmente acusado de não ter alertado os utilizadores para mudarem as palavras-chave, em Agosto, quando iniciou a investigação ao ataque.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

EUA: Exército intervém nas manifestações em Charlotte