Última hora

Em leitura:

Índia oficializa compra de 36 aviões de caça franceses por 8 mil milhões de euros

economia

Índia oficializa compra de 36 aviões de caça franceses por 8 mil milhões de euros

Publicidade

Foi assinado esta sexta-feira um contrato entre a França e a Índia para a aquisição pelo governo de Narendra Modi de 36 aviões de combate de fabrico francês.

Após uma longa negociação e num documento com cerca de dez mil páginas, o acordo foi ratificado em Nova Deli pelos respetivos ministros da Defesa, o francês Jean Yves Le Drian e o indiano Manohar Parrikar.

Avaliada em 7,8 mil milhões de euros, cerca de 15 por cento pagos em adiantado, é a maior encomenda estrangeira alguma vez celebrada para os jatos franceses Rafale, cuja produção garante trabalho a pelo menos sete mil pessoas, entre a fabricante Dassault Aviation e as cerca de 500 PME parceiras na produção desta aeronave de combate.

Para a Índia, é também o maior negócio do género nos últimos 20 anos e vai permitir a renovação da velha frota militar, reduzida atualmente a pouco mais de trinta esquadrões e numa altura em que a Índia enfrenta uma disputa territorial com a China e pelo menos um vizinho instável, o Paquistão.

Os primeiros aviões deverão ser entregues dentro de ano e meio, mas a Índia devera vir a necessitar de mais do que os 36 agora encomendados porque alguns dos atuais aparelhos, os modelos MIG-21, descritos como “caixões voadores” pela pouca segurança, vão ter de ir para a “prateleira” em breve, adianta a NDTV.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte