Última hora

Em leitura:

Oposição venezuelana cerra fileiras


Venezuela

Oposição venezuelana cerra fileiras

Depois do anúncio da comissão eleitoral de que o referendo sobre a destituição do presidente Nicolas Maduro apenas se realizará no próximo ano a coligação Mesa para a Unidade Democrática (MUD) decidiu reunir todos os dirigentes no domingo para definir a ação a tomar.

Exigem a consultar popular este ano para conseguirem a destituição do presidente.

“Eles estão encostados contra a parede. Têm a certeza absoluta de que se criassem 40 mil mesas de assinatura para escutar a voz do povo, neste mesmo dia reuniríamos mais de 10 milhões de pessoas e da parte da tarde estaríamos a pedir a demissão do presidente”,

A comissão eleitoral tornou o processo mais difícil para a oposição, já que exigiu 20 por cento de assinaturas a pedir o referendo por estado, e não a nível nacional.

Se o referendo não for realizado até 10 de janeiro, a vitória pela destituição apenas conseguirá que o vice-presidente pró maduro assuma o poder até ao fim do mandato em 2019 e não eleições antecipadas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Síria: Falhanço nas conversações para novo cessar-fogo, Damasco anuncia nova ofensiva