Última hora

Em leitura:

China procura vida extraterrestre


China

China procura vida extraterrestre

A China lançou-se na missão de procurar vida extraterrestre.
Com 500 metros de diâmetro, o equivalente a 30 campos de futebol, o telescópio chinês FAST foi criado para detetar sinais de rádio com origem em planetas longínquos. Vai começar a funcionar a partir deste domingo, cerca de cinco anos depois do início do seu projeto de construção.

A obra acabou por ser construída em julho e custou cerca de 180 milhões de dólares, qualquer coisa como 161 milhões de euros.

Encontrar a localização certa foi um dos maiores desafios do projeto. O local escolhido, na província de Guizhou, sudoeste da China, apresenta condições privilegiadas. Trata-se de um vale rodeado por montanhas a toda a volta que protegem o telescópio de perturbações magnéticas.

O programa espacial da China já se tornou numa das prioridades do governo. Em 2018, a China pretende lançar um “módulo central” para sua primeira estação espacial.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Espanha: Eleições regionais com impacto em Madrid