Última hora

Em leitura:

Ânimos exaltados e acusações marcaram primeiro debate entre Trump e Clinton


EUA

Ânimos exaltados e acusações marcaram primeiro debate entre Trump e Clinton

O primeiro debate televisivo entre o republicano Donald Trump e a democrata Hillary Clinton foi pautado pelos ânimos exaltados e ataques diretos em todo o tipo de temas, da economia, às questões raciais, passando pela política externa.

O facto de Trump continuar a recusar dar a conhecer as declarações de impostos, como têm feito todos os candidatos presidenciais, motivou um dos momentos quentes do encontro:

Trump: “Vou tornar públicas as minhas declarações de impostos, contra os desejos dos meus advogados, quando ela publicar os 33.000 emails que foram apagados. Assim que ela os publicar, eu publicarei as minhas declarações de impostos, indo contra os meus advogados, que dizem: ‘não o faças’.”

Clinton: “Porque não publica ele as suas declarações de impostos? Penso que existem várias razões… Primeiro, talvez ele não seja tão rico como diz que é. Segundo, talvez não seja tão caridoso como afirma ser. Ou talvez não queira que o povo norte-americano saiba que não pagou nada em impostos federais.”

Clinton denunciou a falta de experiência do rival em termos da política externa, acusando mesmo Trump de ser perigoso, enquanto o magnata afirmou que ela não tem energia suficiente para liderar o país:

Clinton: “A sua atitude arrogante acerca de armas nucleares é profundamente perturbante. Um homem que pode ser provocado por um ‘tweet’, não deve ter os dedos próximos dos códigos nucleares.”

Trump: “Ela não tem o visual, nem a resistência. Disse e acredito que ela não tem a resistência [necessária] para ser presidente deste país.”

O primeiro dos três debates previstos teve lugar a seis semanas das eleições presidenciais nos Estados Unidos e num momento em que as sondagens apontavam para uma diferença de apenas dois pontos entre Clinton e Trump.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Colômbia: assinado acordo histórico que põe fim a 52 anos de conflito armado