Última hora

Em leitura:

Rússia: investigação a queda de avião da Malaysia Airlines é "preconcebida e politicamente motivada"


Holanda

Rússia: investigação a queda de avião da Malaysia Airlines é "preconcebida e politicamente motivada"

A Rússia reagiu ao relatório feito por promotores internacionais e que “conclui que a queda do avião de passageiros da Malaysia Airlines: se deveu ao uso de um míssil”: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/09/investigacao-diz-que-voo-mh17-foi-derrubado-por-missil-trazido-da-russia.html lançado, em 2014, de uma localidade ucraniana controlada por rebeldes pró russos.

No comunicado emitido pela porta-voz do ministério dos negócios estrangeiros russo, Maria Zhakarova, pode ler-se a decepção russa pela insistência nos resultados de uma investigação, diz, “preconcebida e politicamente motivada”.

O conselheiro do director geral do fabricante dos mísseis BUK em causa, Mikhail Malyshevsky, também exprimiu reservas quanto ao relatório, declarando: “Durante a apresentação de hoje, a evidência técnica real esteve quase ausente, ou seja, baseou-se num modelo e não em evidência concreta. Estas questões não foram abordadas e nós na Almaz-Antey acreditamos que isto não está correcto.”

A Rússia não só defende o seu não envolvimento na queda do avião, que fez 298 mortes, como acrescenta agora que a investigação continua a ignorar evidências incontestáveis cedidas pelos russos e que o governo ucraniano influenciou o inquérito, produzindo falsas evidências.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Palestina sem luto por Shimon Peres