Última hora

Última hora

Síria: civis de Alepo "à espera de ser mortos"

Os Capacetes Brancos da Síria dizem que os habitantes de Alepo estão “apenas à espera de ser mortos”.

Em leitura:

Síria: civis de Alepo "à espera de ser mortos"

Tamanho do texto Aa Aa

Os Capacetes Brancos da Síria dizem que os habitantes de Alepo estão “apenas à espera de ser mortos”.

O Exército sírio lançou esta terça-feira o maior assalto terrestre da ofensiva contra os bairros rebeldes da segunda cidade do país. Os bombardeamentos promovidos pela avião do regime com o apoio da Rússia aliada desde sexta-feira levaram os Estados Unidos a acusar Moscovo de abandonar os esforços internacionais para pôr fim ao conflito.

Em Washington, o chefe da organização de voluntários “Capacetes Brancos”, nomeada para o Nobel da Paz, afirmou que “os civis sírios não têm onde se esconder em Alepo e estão simplesmente à espera de ser mortos”.

Raed al-Saleh disse ainda que a organização documentou 1700 raides áreos sobre Alepo, 200 dos quais com recurso a armas “proibidas internacionalmente”, como bombas de fragmentação.

Estima-se que cerca de 250.000 civis estão bloqueados no interior das áreas rebeldes da cidade síria.