Última hora

Última hora

Em leitura:

A Concertgebouw vai ao encontro dos jovens europeus


musica

A Concertgebouw vai ao encontro dos jovens europeus

Em parceria com

“Poliphony”: trata-se de uma iniciativa da Concertgebouw, cujos músicos percorrem os países da União Europeia para tocar com jovens orquestras. A viagem começou pela Irlanda e a Eslovénia.

“Temos muito orgulho na polifonia que existe na Europa: tocamos desde Bach e Mozart até música moderna. Todas estas obras, todos estes compositores, resultam da interação europeia, da polifonia. É claro, que hoje em dia, há muitas dúvidas em relação a Bruxelas, ao conceito de Europa. Mas, por isso mesmo, surgiu esta ideia de tocar em todos os países da União Europeia. Juntamos os nossos músicos experientes a jovens orquestras para ensaiarem em conjunto, para organizarem masterclasses, para os formar, para estimular a interação e refletir sobre o quão produtiva ela tem sido ao longo dos séculos, recolhendo influências de várias culturas diferentes. Não tem de haver obstáculos: é uma oportunidade de se dar a conhecer ao Outro”, diz-nos Jan Raes, diretor da Orquestra da Concertgebouw.

Daniele Gatti, que se inicia agora como maestro principal, explica que “o projeto chama-se ‘The RCO Meets Europe’ e dá uma oportunidade a músicos jovens de tocarem com a Orquestra da Concertgebouw. Acho que é um ato de grande generosidade por parte dos nossos músicos. Há jovens, provenientes dos mais diversos contextos, das mais diversas escolas, que têm assim a oportunidade de tocar connosco em palco. O que mais me marcou foi ver alguns dos nossos músicos chegarem mais cedo para ajudar esses jovens, para os acompanhar nas passagens mais difíceis e depois poderem tocar todos juntos”.

Para Jan Raes, “a arte une as pessoas. É maravilhoso poder identificar as emoções dos outros. Para mim, a arte traz-me paz, mostra-me aquilo que é realmente importante na vida. É algo que lança pontes entre o que é realmente relevante e que está para além das palavras, para além da nossa vida quotidiana”.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
Sonya Yoncheva impõe respeito pela "Norma"

musica

Sonya Yoncheva impõe respeito pela "Norma"