Última hora

Última hora

Breves de Bruxelas: referendo húngaro e protesto belga

No domingo, os húngaros irão às urnas para votar num referendo sobre o sistema de quotas de refugiados proposto pela Comissão Europeia.

Em leitura:

Breves de Bruxelas: referendo húngaro e protesto belga

Tamanho do texto Aa Aa

No domingo, os húngaros irão às urnas para votar num referendo sobre o sistema de quotas de refugiados proposto pela Comissão Europeia. Bruxelas propõe recolocar 160 mil refugiados da Itália e da Grécia noutros países da União Europeia.

O primeiro-ministro húngaro recusa participar e convocou o referendo. Tamas Boros, do centro de estudos Soluções Políticas, disse à euronews que tal poderá ter consequências políticas para a União.

Neste programa que passa em revista a atualidade europeia da semana falamos, também, das dezenas de milhares de trabalhadores belgas que se manifestaram, em Bruxelas, contra a reforma laboral proposta pelo governo liberal de Charles Michel.

Para terminar, recordamos que, esta sexta-feira, os ministros do Ambiente da União Europeia se vão reunir, em Bruxelas, para decidir se devem adotar o Acordo de Paris sobre Alterações Climáticas.

Para entrar em vigor, o acordo tem de ser ratificado por pelo menos 55 das partes implicadas, representando 55% das emissões globais. Se a União Europeia o ratificar, isso significa que o acordo poderá entrar em vigor um ano após ter sido negociado.