Última hora

Em leitura:

Papa critica fanatismo durante visita ao Azerbaijão


Azerbaijão

Papa critica fanatismo durante visita ao Azerbaijão

Depois da Geórgia, o Azerbaijão. O Papa Francisco chegou, este domingo, a Baku. Uma visita de 10 horas que o chefe de Estado do Azerbaijão já qualificou de histórica. Francisco foi recebido no Palácio Presidencial de Baku depois de ter presidido a uma missa diante da comunidade salesiana, o único grupo católico presente no país e que conta com cerca de 700 fiéis. Cerca de metade marcaram presença na missa deste domingo.

“É magnífico e memorável. A visita do Papa é uma bênção para a população e para o país. Estamos muitos contentes” refere uma mulher.

Outra adianta: “Emocionalmente foi uma experiência muito forte. Quando o Papa entrou, senti uma sensação de paz difícil de descrever. É magnífico e é uma honra estar aqui hoje.”

Francisco aproveitou a visita ao país para criticar o fanatismo. Num discurso proferido junto ao chefe de Estado, o Papa lembrou que a religião não deve ser imposta pela força.

Reino Unido

Brexit já tem calendário