This content is not available in your region

Cuba, Haiti e Jamaica ameaçadas pelo pior furacão das últimas décadas

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Cuba, Haiti e Jamaica ameaçadas pelo pior furacão das últimas décadas

<p>Cuba, Jamaica e Haiti preparam-se para enfrentar o pior furacão das últimas três décadas, tendo transferido milhares de pessoas para abrigos, longe das zonas mais expostas à fúria dos elementos. </p> <p>O furacão Mathew, com a categoria 4 na escala de 5 níveis de Saffir Simpson, deverá atingir as ilhas nas próximas horas com ventos de mais de 230 Km por hora. </p> <p>Em Cuba, a zona da prisão de Guantanamo encontra-se na rota do furacão. As autoridades norte-americanas decidiram evacuar parte da instalação, quando afirmam que os 61 prisioneiros da guerra contra o terrorismo foram removidos para um abrigo preparado para resistir às tempestades.</p> <p>No resto da ilha a população está a fazer provisões de víveres para enfrentar as próximas horas.</p> <p>Na zona turística da ilha, as centenas de hotéis preparam-se igualmente para colocar centenas de estrangeiros ao abrigo.</p> <p>No Haiti as autoridades elevaram o nível de alerta para vermelho na zona sul do país, quando se esperam níveis de precipitação de 38 centímetros até um metro de altura em algumas regiões.</p> <p>Na Jamaica, assim como nos restantes arquípelagos as escolas vão estar encerradas esta segunda-feira, para acolherem os habitantes das zonas mais expostas à fúria dos ventos.</p> <p>O furacão Mattew é o quinto da temporada que habitualmente decorre entre Junho e Novembro, mas que este ano inciou-se em Janeiro, com o furacão Alex.</p>