Última hora

Em leitura:

Braço-de-ferro entre os 'vices' de Clinton e Trump


EUA

Braço-de-ferro entre os 'vices' de Clinton e Trump

Foi o primeiro e único debate entre os candidatos à vice-presidência dos Estados Unidos. Do lado esquerdo, o democrata Tim Kaine; do lado direito, o republicano Mike Pence.

Mais de 50 milhões de americanos assistiram pela televisão ao debate que serviu em grande parte para os candidatos defenderem Hillary Clinton e Donald Trump, respetivamente.

Um esgrimir de argumentos que ficou marcado pelas críticas severas do candidato republicao ao presidente russo, Vladimir Putin, tom que destoa com uma posição mais amistosa de Donald Trump em relação ao homem forte do Kremlin.

“O debate vice-presidencial não resultou numa vitória por KO mas o governor republicano do Indiana, Mike Pence, ganhou em pontos. Esse foi o sentimento geral entre os analistas, no dia seguinte.

O senador democrata pela Virgínia, Tim Kaine, também teve momentos fortes, por vezes demasiado agressivo, para alguém que representa a liderança nas sondagens.

O problema para os republicanos é que Pence foi tudo o que Donald Trump não foi no debate com Hillary Clinton. Pence estava calmo, foi competente e coerente.

Trump, que não gosta de ser ofuscado, vai agora ser comparado, não só com Clinton mas também com o seu candidato à vice-presidência.

Quanto a Pence, talvez tenha aberto o caminho para a sua própria candidatura em 2020.”

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Itália: Mais de 10.600 migrantes e 50 cadáveres resgatados em 48 horas