Última hora

Em leitura:

"Exit" à cabeça do UKIP: Diane Jane demite-se por falta de apoio da formação


Reino Unido

"Exit" à cabeça do UKIP: Diane Jane demite-se por falta de apoio da formação

A vitória do “Brexit” não dá asas ao partido eurocético britânico UKIP.

A nova líder do partido não resistiu a 18 dias no cargo, com o objetivo de tornar o UKIP na principal formação da oposição, tendo apresentado a sua demissão na terça-feira.

Diane James alega “motivos pessoais e profissionais”, para justificar a decisão.

James de 56 anos acusa também o partido de não lhe ter dado autoridade nem apoio suficiente para conduzir as reformas previstas no seu programa.

O UKIP vai convocar uma reunião nos próximos dias para nomear um sucessor.

Alguns analistas apontam o porta-voz para a imigração do UKIP, Steven Woolfe, como um possível sucessor.

O político próximo do fundador Nigel Ferrage tinha visto a sua candidatura recusada durante as eleições internas, por não respeitar o prazo para apresentar o seu programa.

O anterior presidente e fundador da formação, Nigel Farage, anunciou já que não pretende regressar à liderança do partido, “nem por 10 milhões de dólares”, num momento em que poderá assumir a liderança interina.

Farage tinha abandonado o cargo, após a vitória do “Brexit” no referendo à permanência do Reino Unido na União Europeia no dia 23 de Junho.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

N° 2 de Trump leva a melhor no debate entre candidatos à vice-presidência