Última hora

Em leitura:

Parlamento polaco rejeita proposta de lei anti-aborto


Polónia

Parlamento polaco rejeita proposta de lei anti-aborto

O parlamento polaco rejeitou por uma larga maioria o polémio projeto lei que previa a proibição quase total do aborto.

A decisão foi apoiada por 352 deputados e contestada por apenas 58, entre os quais vários deputados do partido ultraconservador no governo, na origem da proposta.

O projeto-lei previa proibir o aborto mesmo em caso de violação, autorizando-o apenas em caso de perigo de saúde para a mãe.

A rejeição da medida pelo parlamento ocorre dois dias depois de centenas de milhares de mulheres polacas terem descido às ruas, durante uma greve de 24 horas, contra a proposta.

A atual lei em vigor é no entanto uma das mais duras da Europa, prevendo uma pena de até 5 anos de prisão para as mulheres que recorram ao aborto, fora dos três casos previstos pela lei (deformação do feto, violação ou perigo de vida).

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Alemanha preparada para receber 500 refugiados por mês provenientes de Itália