Última hora

Em leitura:

Estónia e Finlândia acusam caças russos de violarem espaço aéreo


Rússia

Estónia e Finlândia acusam caças russos de violarem espaço aéreo

A Estónia e a Finlândia acusam caças russos SU-27 de terem violado os espaços aéreos dos dois países.

Segundo Tallin, o incidente resumiu-se a menos de um minuto, registado pelos radares por volta das duas horas e meia da manhã. Mas Helsínquia, que divulgou uma foto de um dos caças russos em questão, disse que houve duas entradas distintas no espaço aéreo finlandês, durante a tarde e noite desta quinta-feira.

O ministro finlandês da Defesa afirmou que “é impossível especular sobre os motivos das supostas invasões do espaço aéreo, mas os meios de comunicação estabeleceram uma ligação temporal com a visita do vice-secretário da Defesa dos Estados Unidos, Robert Work. De facto, existe uma ligação temporal, mas é um assunto que o Ministério dos Negócios Estrangeiros vai averiguar com a Rússia”.

Moscovo negou as acusações.

No início de setembro, dois bombardeiros russos Tupolev 160 efetuaram um voo até aos céus próximos de Bilbao, passando pelos espaços aéreos noruguês, britânico, francês e espanhol, no que foi interpretado como uma demonstração de força sem precedentes nas últimas décadas, da parte da Rússia, que passa por um período de relações particularmente “frias” com o Ocidente.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Presidente da Colômbia diz que Nobel é para os colombianos e pela paz estável e duradoura