Última hora

Última hora

Furacão Matthew: Mais de 330 mortos no Haiti

O rasto de morte e destruição deixado pela passagem do furacão Matthew pelo Haiti é devastador.

Em leitura:

Furacão Matthew: Mais de 330 mortos no Haiti

Tamanho do texto Aa Aa

O rasto de morte e destruição deixado pela passagem do furacão Matthew pelo Haiti é devastador. Pelo menos 330 pessoas morreram e milhares ficaram sem casa.

Aquele que já é considerado o mais forte furação dos últimos dez anos atingiu um país onde milhares de pessoas ainda vivem em situação muito precária desde o sismo de 2010. E agora há o risco de deslizamentos de terras por causa das inundações.

O número de vítimas não pára de aumentar e o cenário pode agravar-se ainda mais uma vez que a assistência aos feridos é muito deficitária e nos abrigos falta quase tudo.

O responsável pelas operações da Cruz Vermelha no Haiti, Moise David explica que “depois de visitar o abrigo percebi que não havia nenhuma água. Não conseguimos ajudar as pessoas, não há comida. E com tantos problemas as pessoas estão a abandonar os abrigos”.

Na quinta-feira já começaram a ser enterradas as primeiras vítimas. O governo do país estima que pelo menos 350 mil pessoas estão precisar de ajuda urgente e há ainda outro alerta para o ressurgimento de casos de cólera. Pelo menos 10 casos já foiram sinalizados no Haiti.