Última hora

Última hora

Nobel da Paz 2016 atribuído a presidente da Colômbia

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, foi galardoado com o prémio Nobel da Paz de 2016.

Em leitura:

Nobel da Paz 2016 atribuído a presidente da Colômbia

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, foi galardoado com o prémio Nobel da Paz de 2016. O comité norueguês que concede o galardão justificou a escolha do chefe de Estado colombiano pelos esforços promovidos por Santos para pôr fim a mais de meio século de conflito armado através das negociações de paz com a guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC).

Nos últimos dias, tanto Juan Manuel Santos como Timoleón Jiménez, o líder das FARC, chegaram a liderar as apostas até há poucos dias, mas a rejeição dos colombianos do acordo de paz entre Bogotá e o movimento de guerrilha, no referendo de domingo passado, diminuiu significativamente a possibilidade de uma distinção.

Mas o comité Nobel acabou por surpreender tanto com esta atribuição como pelo facto das FARC não terem sido distinguidas. A porta-voz da instituição, questionada sobre este exclusão, deu uma resposta diplomática: “Nunca comentamos quem não vence o prémio”.

Recorde-se que o acordo de paz entre o governo da Colômbia e as FARC pôs fim a mais 50 anos de uma guerra civil e que fez mais de 220 mil mortos.

A América Latina volta a receber o galardão da Paz depois da vitória de Rigoberta Menchu em 1992, pela sua defesa das mulheres indígenas.

O vencedor do Nobel da Paz recebe oito milhões de coroas suecas (mais de 830 mil euros)