Última hora

Em leitura:

Roma desiste de organizar os Jogos Olímpicos de 2024


Desporto

Roma desiste de organizar os Jogos Olímpicos de 2024

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Roma está fora da corrida à organização dos Jogos Olímpicos de 2024. A desistência foi anunciada, de forma oficial e com mágoa, esta terça-feira pelo presidente do Comité Olímpico Italiano (CONI), Giovanni Malago.

Depois de ter perdido em 1908 a organização dos Jogos para Londres devido a uma erupção no Monte Vesúvio e de ter organizado a edição de 1960, o fim do sonho de fazer regressar as olimpíadas à capital italiana sucumbiu ao recente afastamento do projeto da nova presidente da Câmara de Roma.

Virginia Raggi foi eleita em junho e em setembro retirou o apoio autárquico ao projeto.

Questionado sobre um hipotético plano alternativo face ao afastamento da autarca de Roma, Giovanni Malago disse que “havia e podia ter sido implementado”. “Os autarcas da região de Lazio, das cidades em redor de Roma. Os outros 11 presidentes de câmara envolvidos na candidatura. Mas há um problema: eles já não votam”, lamentou o máximo responsável do CONI.

Giovanni Malago referiu que a candidatura italiana perdeu “toda a credibilidade” e apontou ainda o dedo Virginia Raggi, acusando-a de evocar falsidades e “da irresponsabilidade de renunciar ao investimento do Comité Olímpico Internacional (COI), aos 177 mil postos de trabalho e a um aumento de riqueza (na região) de 2,4 por cento entre 2017 e 2023.”

Virginia Raggi retirou o apoio ao projeto alegando as dificuldades financeiras do município. A autarca alegou, por exemplo, que dos 13 mil milhões de euros de dívida pública de Roma, mil milhões referem-se ainda às olimpíadas de 1960.

Após o anuncio do fim da candidatura de Roma aos jogos de 2024, o presidente do CONI anunciou a intenção de avançar com Milão como hipótese para receber em 2019 a cimeira do COI — a do próximo ano será em Lima, no Peru, e a de 2018, em Pyeongchang, na Coreia do Sul.

“Penso que realizar a cimeira em Milão poderá ser o primeiro passo para reaproximarmos a Itália depois desta inaceitável interrupção do projeto Roma 2024”, afirmou Malago.

Com a saída de Roma, restam na corrida à organização dos Jogos Olímpicos de verão de 2024 as também cidades europeias de Paris, em França, e Budapeste, na Hungria, às quais se soma Los Angeles, nos Estados unidos.

Destas, há duas que já foram palco de duas edições das olimpíadas: a capital francesa (1900 e 1924 — a ser a escolhida, a terceira aconteceria um século depois) e a norte-americana (1932 e 1984). A capital húngara seria uma estreia absoluta.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

Desporto

QMundial2018: Portugal cilindra (0-6) Ilhas Faroé e André Silva faz "hat-trick"