Última hora

Em leitura:

422 vítimas no caso de violência física e sexual do coro alemão católico "Os Pardais"


Alemanha

422 vítimas no caso de violência física e sexual do coro alemão católico "Os Pardais"

422 vozes angelicais transformadas em denúncias.

É já este o número de vítimas no processo sobre violência física e sexual, entre 1953 e 1992, no coro católico alemão conhecido como Os Pardais, de Ratisbona, na Baviera alemã.

Pela primeira vez em parceria com as vítimas, o Bispo Rudolf Voderholzer pediu aos que estivessem envolvidos para avançar e falar e reiterou um pedido de perdão em nome da Igreja. Desde janeiro, apareceram mais 129 vítimas.

Alexander Probst, uma dessas vítimas, expressou o apaziguamento que lhe causa ter sido aceite como verdade aquilo que começou por ser um pedido de ajuda, claramente negado: “Uma concessão, uma admissão foi feita. Agora sei: já não sou eu que estou a conspurcar este bispado; agora sou tido como igual e estou a ser respeitado. Posto isto, não interessa qual será o resultado disto. É muito importante que este reconhecimento tenha sido feito.”

O caso está a ser investigado desde maio de 2015 por um advogado de Ratisbona.

As vítimas serão compensadas no final de 2017, depois de apresentado um relatório final, para o qual concorrerão outras medidas de apuramento dos casos, como estudos sociológicos e históricos e comissões de avaliação.

Todos os perpetradores estão mortos, à excepção de um, que responderá ante a justiça.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Síria: Bombardeamentos matam civis em Alepo