Última hora

Em leitura:

Governo holandês quer generalizar direito à eutanásia após "vida completa"


Holanda

Governo holandês quer generalizar direito à eutanásia após "vida completa"

Uma eutanásia voluntária ao final de uma “vida completa”. O ministro da Saúde holandês anunciou que o governo está a preparar um projeto-lei para alargar o direito à morte assistida a todos os idosos.

Numa carta escrita ao parlamento, os responsáveis das pastas da Saúde e da Justiça anunciam o início das discussões para elaborar uma nova lei que deverá ser submetida aos deputados no próximo ano.

A Holanda foi o primeiro país no mundo a legalizar a eutanásia em 2002, limitada a doentes terminais.

O governo holandês defende agora a possibilidade das pessoas mais idosas poderem decidir o momento da morte, sob um rígido enquadramento legal, sob supervisão de “um assistente terminal”.

A proposta surge depois de uma Comissão ter rejeitado rever a atual lei sobre a eutanásia para incluir o conceito de “morte voluntária após uma vida completa”.

Mais de 5.500 holandeses beneficiaram da atual lei, limitada aos doentes terminais, no ano passado, cerca de 3,9% das mortes registadas no país.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

O italiano Dario Fo chegou ao panteão dos autores imortais