Última hora

Última hora

Tribunal alemão permite ao governo assinar acordo UE-Canadá

O Tribunal Constitucional da Alemanha rejeitou, esta quinta-feira, pedidos interpostos por ativistas para impedir o governo de aprovar o acordo de livre comércio entre a União Europeia e o Canadá.

Em leitura:

Tribunal alemão permite ao governo assinar acordo UE-Canadá

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Constitucional da Alemanha rejeitou, esta quinta-feira, pedidos interpostos por ativistas para impedir o governo de aprovar o acordo de livre comércio entre a União Europeia e o Canadá.

Este acordo poderá, agora, ser aprovado na reunião dos ministros da Economia dos 28 países, a 18 de outubro.

O ministro com a pasta, que é também vice-chanceler, Sigmar Gabriel, reagiu dizendo que “acredito que as condições estão reunidas sem qualquer problema”.

“Estou muito satisfeito que tenhamos dado um primeiro grande passo, porque se a Europa não for capaz de lidar com o Canadá, isso seria um mau sinal para o mundo. Afinal, se há uma região com a qual temos muito em comum é com o Canadá”, acrescentou.

Contudo, o tribunal ainda vai apreciar outros pedidos de declaração de inconstitucionalidade, tendo exigido ao governo que preveja mecanismos que lhe permitam sair do acordo mais tarde.