Última hora

Última hora

"Nocturama": Bonello retrata ideias terroristas em Paris

Em leitura:

"Nocturama": Bonello retrata ideias terroristas em Paris

Tamanho do texto Aa Aa

A escolha desta semana é um filme que tem dividido o público.

A escolha desta semana é um filme que tem dividido o público. “Nocturama”, do realizador francês Bertrand Bonello, é um retrato ousado e polémico de jovens parisienses que organizam ataques terroristas na cidade.

Escrito muito antes da recente onda de ataques em França, o filme está dividido em duas partes. Uma segue os protagonistas: vários jovens de diferentes idades e com diferentes origens. Na segunda parte reúnem-se num centro comercial de luxo onde pretendem passar a noite escondido. Quer seja nas ruas de Paris ou dentro do shopping, a atmosfera é sufocante e o resultado é inevitável.

Bonello não julga as personagens. Prefere narrar as suas ações de forma contemplativa deixando que seja o espetador a formar uma opinião. Também não revela muito sobre os seus motivos. O filme assenta no poder da sugestão. O mundo de sonho das lojas de luxo – a prisão temporária – torna-se palco de cenas surreais onde os protagonistas ficam extasiados, mas apercebem-se que o fim está próximo e aguardam pela condenação.

Quer seja visto como sendo um caso de estudo sobre psicologia ou violência, como um comentário sobre o consumismo, ou simplesmente como um exercício de estilo emocionante, “Nocturama” fica na memória.