Última hora

Última hora

Mais um passo na luta contra as alterações climáticas

Mais de 150 países estiveram reunidos no Ruanda para tentar dar mais um passo na luta contra as mudanças climáticas e conseguiram.

Em leitura:

Mais um passo na luta contra as alterações climáticas

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 150 países estiveram reunidos no Ruanda para tentar dar mais um passo na luta contra as mudanças climáticas e conseguiram. Chegaram a um acordo sobre a redução, faseada, dos gases com efeito de estufa usados em frigoríficos e ares condicionados. Gases fortemente nocivos para o ambiente, porque são 10 mil vezes mais potentes que o dióxido de carbono:

“Conseguimos aquilo para que viemos aqui. Este é um acordo histórico e vai trazer mais força, depois de Paris e para Marraquexe, no próximo mês. Vamos ter, de facto, a oportunidade de resolver o problema das alterações climáticas”, afirmou Durwood Zaelke, presidente do Institute for Governance and Sustainable Development.

Chamam-se hidrofluorocarbonetos e foram introduzidos nos anos 90, do século passado, para substituir químicos utilizados e que causavam erosão na camada de ozono. Mas acabaram por revelar-se catastróficos para o aquecimento global.

O acordo aqui alcançado, e que prevê a redução faseada, em termos globais, pode eliminar até meio grau o aquecimento até ao final do século.