Última hora

Última hora

Irão confirma prisão de dois cidadãos americanos

Os Estados Unidos continuam a exigir ao Irão que liberte dois cidadãos americanos de origem iraniana – pai e filho – condenados a dez anos de prisão.

Em leitura:

Irão confirma prisão de dois cidadãos americanos

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos continuam a exigir ao Irão que liberte dois cidadãos americanos de origem iraniana – pai e filho – condenados a dez anos de prisão.

As autoridades iranianas postaram um vídeo que mostra um empresário iraniano-americano pela primeira vez desde que foi detido no país há um ano.

Namazi é de Baquer Namazi, um ex-representante da Unicef, que foi governador da província de Khuzestan, rica em petróleo do Irão sob o regime do Shah.

O empresário Siamak Namazi foi detido em outubro de 2015, segundo a sua a família, enquanto o pai, de 80 anos, que está doente, permanece preso desde fevereiro de 2016.

As autoridades iranianas não reconhecem a nacionalidade americana de Siamak e Baquer Namazi e Teerão não mantém relações diplomáticas com os Estados Unidos, cujos cidadãos estão representados no estado xiita pela embaixada da Suíça.

“Estamos continuamente a acompanhar a situação de todos os cidadãos norte-americanos que acreditamos serem injustamente detidos pelas autoridades iranianas, e os Namazis não são excepção, estamos especialmente preocupados com o seu pai, que teve alguns problemas de saúde e acreditamos que devem ser libertados imediatamente”.

O Irão confirmou as penas de prisão de Siamak Namazi, numa página de um site jurídico na internet.

A família acredita que os dois homens estão detidos em Evin, em Teerão, mas as autoridades locais não se pronunciam sobre o caso.