Última hora

Em leitura:

Tailândia: Morte do rei Bhumibol afeta economia do país


Tailândia

Tailândia: Morte do rei Bhumibol afeta economia do país

A morte do rei da Tailândia, e o consequente ano de luto, estão a deixar em suspenso a economia do país: Bhumibol, era visto como um garante de alguma estabilidade política, os investidores estrangeiros demonstram desinteresse e as interdições por causa do luto condicionam o turismo.

Uma vendedora da capital explica que “existem muitos fatores que estão a afetar negativamente a economia agora. As autoridades não permitem que se façam vendas nas ruas. Os vendedores não têm dinheiro, as pessoas não têm dinheiro. E queremos comprar apenas o necessário para viver, nada de desnecessário”.

De qualquer forma, nas últimas horas o baht, a moeda tailandesa e a bolsa de Banguecoque estabilizaram depois das fortes quedas logo após a morte do rei. Além disso, o regente nomeado, apesar dos 96 anos, é visto como um homem capaz de segurar as rédeas da monarquia até que o filho de Bhumibol se sinta capaz de assumir o trono.

Recorde-se que a cremação do rei só vai ocorrer dentro de um ano e só nessa altura é que o príncipe herdeiro, Maha Vajiralongkorn pode ser coroado. E durante esse ano, todos os funcionários públicos devem vestir-se de escuro. Nos últimos dias, as roupas pretas esgotaram nas lojas do país e, como alternativa, os tailandeses estão a optar por tingir os tecidos de cor.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Melania Trump perdoou palavras "insultuosas" de 2005 do candidato republicano