Última hora

Última hora

TPI considera Jean-Pierre Bemba culpado de corrupção de testemunhas

O Tribunal Penal Internacional declarou, o antigo vice-presidente congolês, Jean-Pierre Bemba, culpado de ter influenciado “de modo corrupto” várias testemunhas, apresentado provas falsas e solicitado

Em leitura:

TPI considera Jean-Pierre Bemba culpado de corrupção de testemunhas

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Penal Internacional declarou, o antigo vice-presidente congolês, Jean-Pierre Bemba, culpado de ter influenciado “de modo corrupto” várias testemunhas, apresentado provas falsas e solicitado a declaração de falsos testemunhos.

Segundo o juíz Bertram Schmitt o “comportamento, francamente, criminoso” de Bemba e de cinco outros acusados resultou “em ofensas graves contra a (…) justiça”.

Este foi o primeiro julgamento da história do Tribunal Penal Internacional por corrupção de testemunhas e foi o resultado de uma denúncia anónima.

O antigo governante, de 53 anos, foi condenado, pela mesma instância, em junho, a 18 anos de prisão por crimes de guerra e contra a humanidade, mas apresentou recurso alegando “falhas” no julgamento.

Foi o primeiro caso do TPI em que um chefe militar foi responsabilizado pelos crimes dos seus homens. Entre eles violações e assassínios cometidos pela sua milícia na República Centro Africana.