Última hora

Em leitura:

[Galeria] Orangotango que abraça árvore "ganha" Wildlife Photographer of the Year 2016


Reino Unido

[Galeria] Orangotango que abraça árvore "ganha" Wildlife Photographer of the Year 2016

Uma fotografia que provoca vertigens: um jovem orangotango do Bornéu – espécie em perigo – abraçado a uma árvore, acima da floresta húmida indonésia.

Foi com esta fotografia, intitulada “Vidas entrelaçadas (Entwined Lives, no original)”, que Tim Laman ganhou o prestigioso prémio Wildlife Photographer of the Year 2016 (Fotógrafo da Vida Selvagem do Ano 2016).

Para fazer esta fotografia, vista de cima, o fotógrafo passou três dias a subir às árvores. Graças a cordas, escalou uma árvore de mais de 30 metros de altura, para colocar várias câmaras GoPro.

A floresta húmida da Indonésia e da Malásia, habitat natural do orangotango do Bornéu, está em perigo, devido ao avanço da agricultura e da exploração madeireira. O próprio primata é igualmente caçado tanto para alimentação como para o comércio ilegal de animais de companhia.

“Proteger o habitat é fundamental para a sobrevivência dos orangotangos. Se queremos preservar estes grandes primatas e manter o vasto conhecimento, culturalmente transmitido, de como sobreviver na floresta tropical e a riqueza do comportamento orangotango selvagem, então precisamos proteger, agora, os orangotangos na natureza”, afirmou o fotógrafo americano, cuja fotografia se destacou entre 50.000 outras a concurso.

O premio do Young Wildlife Photographer of the Year – Jovem Fotógrafo da Vida Selvagem do Ano 2016 – foi atribuído a Gideon Knight, de 16 anos, pela feérica fotografia “A lua e o Corvo”.

O Wildlife Photographer of the Year é um concurso organizado pelo Museu de História Natural de Londres, onde as melhores fotos ficam expostas desde 21 de outubro deste ano até 10 de setembro de 2017.

Galeria

Clique nas setas para percorrer as fotografias; selecione-as para ver as descrições completas.

Wildlife Photographer of the Year 2016