Última hora

No rescaldo do furacão Matthew, que atingiu o Haiti em 4 de outubro, quatro equipas da organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras estão a avaliar as necessidades em instalações médicas e a amplitude da catástrofe em cinco departamentos do país: Grand’Anse, Sud, Nippes, Artibonite e Nord-Ouest.

O acesso às áreas afectadas é difícil. Segundo as autoridades haitianas, o número de mortos, na ordem das centenas, continua a aumentar. O risco de cólera é muito alto nas áreas afetadas. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) os casos de cólera no Haiti aumentaram para um total de mais de 800.

Mais vídeos No Comment