Última hora

Última hora

Prémios Princesa das Astúrias entregues em Oviedo

Numa cerimónia presidida pelos reis de Espanha, foram entregues, esta sexta-feira, os Prémios Princesa das Astúrias.

Em leitura:

Prémios Princesa das Astúrias entregues em Oviedo

Tamanho do texto Aa Aa

Numa cerimónia presidida pelos reis de Espanha, foram entregues, esta sexta-feira, os Prémios Princesa das Astúrias. Os galardoados das mais diversas áreas marcaram presença no Teatro Campoamor, na cidade de Oviedo, em Espanha.

Nuria Espert, atriz espanhola de cinema, teatro e televisão foi das primeiras a receber o prémio, neste caso, das Artes. Destaque também para o norte-americano Hugh Herr, o vencedor do Prémio Princesa das Astúrias de Investigação Científica e Técnica 2016.
O fotógrafo de guerra norte-americano, James Nachtwey, foi distinguido com o galardão para a Comunicação e Humanidades.

O escritor, também dos Estados Unidos, Richard Ford recebeu o Prémio de Literatura.
“Nós os escritores percebemos sempre o extraordinário do que pode acontecer. É algo que sabemos porque nos deparamos com isso a cada dia, em cada página. Ortega e Gasset escreveu, e isto é um comentário icónico, que “ a vida é-nos dada vazia. A simples existência tornar-se numa tarefa poética”. Receber a vida vazia é o mesmo que dizer que qualquer coisa pode acontecer”, explicou Ford no discurso de consagração.

Os vencedores dos 8 prémios receberam, para além dos galardões, no valor de 50 mil euros e uma reprodução de uma escultura de Joan Miró. Estes prémios Príncipe e Princesa das Astúrias são atribuidos desde 1981 pelos herdeiros do trono de Espanha e reconhecem pessoas ou organizações de todo o mundo pelo trabalho feito nas artes, desporto, ciência e ajuda humanitária.