Última hora

Em leitura:

Concentração de dióxido de carbono na atmosfera exige ações concretas, alerta a ONU


EUA

Concentração de dióxido de carbono na atmosfera exige ações concretas, alerta a ONU

A concentração de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera atingiu em 2015 um nível recorde, iniciando uma nova fase de alterações climáticas que pode durar muitas gerações, informou esta seguda-feira a Organização Meteorológica Mundial (OMM), uma das agências das Nações Unidas.

Em conferência de imprensa em Genebra, o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, criticou a falta de vontade política para a ação concreta:

“Até agora não fizemos o suficiente para atingir o objectivo de 1,5 graus, que foi o menor nível definido no acordo de Paris, e estamos perto de atingir a meta de 2 graus muito em breve, se não começarmos rapidamente a alterar os nossos padrões de emissão.”

Os gases com efeito de estufa tinham já ultrapassado o limiar de 400 ppm em alguns meses, em locais específicos, mas nunca numa base anual global.

Os cientistas prevêm que as concentrações de dióxido de carbono permanecerão acima de 400 ppm durante todo o ano de 2016 e que durante várias gerações não recuarão desse nível.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Brexit: May propõe posição comum à Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte