Última hora

Em leitura:

Série da Amazon retrata a revolta das redatoras da Newsweek


cinema

Série da Amazon retrata a revolta das redatoras da Newsweek

A série “Good Girls revolt” retrata a história verídica de um grupo de trabalhadoras da revista norte-americana Newsweek, nos anos 60. Nessa época, nas redações, as mulheres faziam apenas o trabalho de pesquisa e ficavam na sombra. A equipa de repórteres, que escrevia os artigos, era composta exclusivamente por homens. O grupo de mulheres acusou a revista de discriminação a justiça deu-lhe razão.

A obra baseia-se no livro homónimo de Lynn Povich “Good Girls Revolt”. A estreia mundial da série produzida pela Amazon decorreu em Nova Iorque.

“Desse grupo de mulheres faziam parte algumas das melhores escritoras, intelectuais e artistas da época, como a minha personagem, a Lynn, a Judy Gingold, que era uma excelente poetisa, e a Ephron. Elas juntaram-se para processar a revista e mudaram o mundo do trabalho para sempre”, afirmou a atriz Genevieve Angelson.

Para o ator Chris Diamantopoulos, o tema da discriminação das mulheres no local de trabalho continua a ser relevante nos dias de hoje.

“A série passa-se no final dos anos 60 e início dos anos 70 e penso que há elementos dessa época parecidos com o que se passa hoje em termos políticos e socioeconómicos”, disse o ator norte-americano.

A série “Good Girls Revolt” arranca a 28 de outubro na Amazon.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
"Jack Reacher: nunca voltes atrás" com Tom Cruise nos cinemas esta semana

cinema

"Jack Reacher: nunca voltes atrás" com Tom Cruise nos cinemas esta semana