Última hora

Em leitura:

Chuva de ippons em Abu Dhabi


Desporto

Chuva de ippons em Abu Dhabi

O Grand Slam de Abu Dabi terminou com uma chuva de ippons, de waza-aris e de yukos, ou seja, o arsenal completo do judo. Para os melhores foi a altura de medir forças depois de dois meses de descanso e antes dos dois últimos eventos da temporada, na China e no Japão. Para os mais novos foi uma oportunidade para deixarem para trás o estatuto de jovens promessas e de entrarem definitivamente na nata deste desporto.

A holandesa Guusje Steenhuis varreu a frustração com que saiu dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, depois de uma eliminação precoce, ao conseguir a medalha de ouro da categoria de -78kg. A vice-campeã europeia teve pela frente a campeã europeia de juniores, a alemã Anna Maria Wagner, que fez a sua estreia num Grand Slam. Uma estreia promissora uma vez que a holandesa venceu por um yuko, o que representa a margem mínima por pontos no judo. Esta foi a quarta vitória de Seenhuis num Grand Slam.

Maria Suelen Altheman também tinha contas a saldar com o passado. A brasileira passou ao lado dos Jogos do Rio ao ser eliminada na primeira ronda. Mas este domingo subiu ao degrau mais alto do pódio de um Grand Slam pela quarta vez. Pela frente encontrava-se a alemã Carolin Weiss. A medalha de ouro da categoria de +78kg foi resolvida com uma imobilização ao solo de 15 segundos, um wazari-awasette-ippon.

No quadro masculino, em -90kg o sérvio Aleksander Kukolj fez jus ao estatuto de cabeça de série na final perante o francês Axel Clerget, medalha de ouro do Grande Prémio de Almaty. O combate virou a favor do judoca dos Balcãs com um kesa-gatame, rematado por um mune-gatame que culminou num ippon após 15 segundos de imobilização.

Na categoria máxima de +100kg, o romeno Daniel Natea também fez valer o peso do seu favoritismo e revalidou o título de Abu Dhabi perante o bielorrusso Aliaksandr Vakhaviak. A boa forma que evidenciou durante o dia veio ao de cima logo aos 30 segundos de combate ao obter um yuko, seguido pouco depois de um waza-ari. Apesar do poderio demonstrado Natea foi incapaz de concluir o combate com um ippon pelo que o confronto só terminou no final do tempo regulamentar.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

Desporto

Finais WTA: Vitória de sonho para Dominika Cibulkova