Última hora

Em leitura:

EUA: Clinton mais assustada com o FBI do que com Donald Trump


EUA

EUA: Clinton mais assustada com o FBI do que com Donald Trump

O caso da conta privada de correio eletrónico de Hillary Clinton volta a estremecer a campanha para as presidenciais norte-americanas, mesmo que nem a Casa Branca saiba responder ao porquê da decisão do FBI.

Os investigadores necessitam ainda de um novo mandado para reabrir a investigação, quando o caso voltou a ser o principal argumento da campanha de Trump.

Em Washington, um eleitor ainda indeciso afirma:

“Eu penso que isto pode afetar o sentido de voto de muitas pessoas que estão preocupadas com o que se está a passar, e que têm que tomar uma decisão nos próximos dias”.

Um apoiante de Clinton afirma, no entanto:

“Deixem-na em paz, não estamos a falar de informação confidencial nos seus emails. Deixem-na em paz. Vocês estão sempre a meter-se com ela e com os seus emails. Ela vai conseguir ser eleita na mesma, pois se Donald Trump vencer, eu vou mudar-me para África”.

Se, na Florida, Trump é o “monstro” de Halloween, num desfile de apoiantes de Clinton.

A candidata democrata mostra-se mais apavorada com as suspeitas lançadas pelo FBI, segundo ela, “sem precedentes e profundamente inquietantes”.

O correspondente da euronews em Washington fornece mais detalhes sobre a investigação, a oito dias do escrutínio.

“A candidatura de Clinton está assustada, neste período de Halloween com o potencial impacto deste novo desenvolvimento que poderá afetar a sua campanha. De qualquer forma não conhecemos os detalhes da investigação e provavelmente não vamos conhecê-los antes das eleições”.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Marrocos: População clama por justiça por causa da morte de vendedor de peixe