Última hora

Em leitura:

França:Tensão entre polícia e migrantes nas ruas de Paris


França

França:Tensão entre polícia e migrantes nas ruas de Paris

Um grupo de migrantes envolveu-se em confrontos com as forças de segurança num acampamento ilegal no norte de Paris, esta segunda-feira.

As altercações ocorreram quando a polícia isolou o local, onde estariam mais de dois mil migrantes.

As autoridades afirmam que o objetivo da operação era verificar a documentação das pessoas e as condições sanitárias do local.

Migrantes e organizações humanitárias insurgiram-se contra.

“A polícia chegou esta manhã. Pensámos que vinham amanhã para nos darem uma casa ou para nos levarem para um acampamento… Onde é que estas pessoas vão dormir? Por esta altura está muito frio. Isto não é vida. É vida de animais”, reclama um afegão.

Para o voluntário da organização “La Chapelle Debout, Houssam El Assimi, “o que aconteceu é o resultado de uma política de gestão que consiste em rusgas policiais. Eles formam um círculo e classificam as pessoas com base na sua situação administrativa. Por vezes, é a discriminação racial.”

A operação da polícia, nas ruas de Paris, surge dias depois do desmantelamento da “Selva”, o acampamento da cidade portuária de Calais, no norte de França.

Apesar do acampamento, que chegou a albergar mais de seis mil refugiados e migrantes, ter sido evacuado, mais de um milhar de menores, desacompanhados, continuam nas imediações, alojados, temporariamente em contentores.

Grande parte espera rumar ao Reino Unido para se reunir com familiares que ali vivem.

O presidente francês, François Hollande, pediu, no fim de semana, para a Grã-Bretanha assumir a sua responsabilidade.

De acordo com as regras da União Europeia, da qual o Reino Unido ainda faz parte, Londres tem de acolher os menores que tenham familiares a viver no país.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

EUA: O FBI mais assustador para Clinton do que Donald Trump