Última hora

Em leitura:

Coreia do Sul: Amiga da Presidente Park foi detida


Coreia do Sul

Coreia do Sul: Amiga da Presidente Park foi detida

Acabou por ficar detida a amiga da Presidente sul-coreana que está a ser acusada de corrupção e tráfico de influências. Choi Soon-sil foi ouvida durante todo o dia desta segunda-feira e poucas horas antes da detenção, fez uma declaração aos jornalistas: em lágrimas pediu perdão e assumiu um “crime pelo qual merece morrer”.
E houve quem tomasse a peito as declarações da amiga de Park Geun-hye: um homem, que acabou por ser detido quis fazer justiça com as próprias mãos: com uma retroescavadora tentou entrar no edifício do onde Choi estava a ser ouvida pelos procuradores para a matar.

Recorde-se que Choi Soon-sil é amiga de Park Geun-hye há 40 anos e ex-mulher de um antigo assessor. Ao que tudo indica, terá tido acesso a documentos oficiais, revisto discursos presidenciais e usado contatos de alto nível para receber recursos destinados a órgãos públicos e privados. Há ainda suspeitas de que funcionários da administração presidencial terão conseguido juntar 80 mil milhões de won (63 milhões de euros) que foram depois distribuídos por duas fundações próximas de Choi.

Por causa deste escândalo a presidente está a ser alvo de muita contestação e nos últimos dias têm ocorrido várias manifestações a pedir a demissão de Park. Esta segunda-feira houve uma vigília no centro de Seul. No fim-de-semana, milhares de pessoas já se tinham juntado para pedir a demissão de Park, cujo mandato termina no próximo ano.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Eleições norte-americanas: WikiLeaks dá munição para Trump atacar, Clinton responde com nuclear