Última hora

Em leitura:

A estilista paquistanesa Rozina Munib usa a moda para dar voz às sobreviventes das agressões sexuais no Paquistão


Cult

A estilista paquistanesa Rozina Munib usa a moda para dar voz às sobreviventes das agressões sexuais no Paquistão

Em parceria com

A estilista paquistanesa Rozina Munib decidiu usar a semana da moda do Paquistão para dar voz às numerosas sobreviventes dos crimes de violência sexual no país, que são geralmente ignoradas pelas autoridades.

A estilista caminhou pela passarela ao lado de Mukhtar Mai, uma das sobreviventes de uma agressão sexual coletiva no Paquistão, que se tornou num símbolo de resistência.

“Quero transmitir às mulheres a necessidade de mostrar a injustiça e os crimes. Elas não devem esconder essa realidade. Caso sejam agredidas e devem denunciar os responsáveis e obrigá-los a eles a se esconderem. A violência sexual assume proporções terríveis, o problema afeta metade dos lares

Em vez de escolher o silêncio, a vergonha ou o suicídio, Mukhtar Mai decidiu falar publicamente do ataque sexual de que foi vítima. A sua coragem tem incentivado muitas vítimas a denunciaram os criminosos.

“Antes as pessoas diziam que as mulheres não falam. Agora como vê, as mulheres falam e lutam pelos seus direitos. Quero dar a voz a essas mulheres que enfrentam situações similares às que eu vivi. Por isso, tudo o que faço é em prol dessas mulheres. Eu não posso mudar o que me aconteceu mas posso lutar em nome das gerações futuras”, afirmou Mukhtar Mai.

Os nossos destaques

Artigo seguinte

Cult

Aprender Lindy Hop em Budapeste com portugueses e um brasileiro