Última hora

Em leitura:

Franco-marroquina Leila Slimani vence Goncourt


França

Franco-marroquina Leila Slimani vence Goncourt

A jovem escritora franco-marroquina Leïla Slimani, de 35 aos, foi anunciada esta quinta-feira vencedora do prémio literário Goncourt, pelo seu último livro “Chanson douce”.

Este é o terceiro romance de Leïla Slimani. Nascida em Marrocos, foi jornalista na revista Jeune Afrique. A sua primeira obra literária, “Dans le jardin de l’ogre”, publicada em 2014, descreve de forma clínica os sofrimentos de uma ninfomaníaca.

““Chanson douce”“:https://www.youtube.com/watch?v=hBMr_2EOHRE não é um romance doce. Abordando o tema da maternidade, Slimani serve ao leitor uma cena de choque, quando uma ama, Louise, mata duas crianças pequenas que tinha ao seu cuidado. O romance faz o regresso ao passado para aproximar a raiz do descarrilamento emocional de uma mulher terna.

Os dez membros do júri, presidido por Bernard Pivot, tinham a discernir na etapa final entre quatro nomes, dois homens e duas mulheres: Leïla Slimani, Catherine Cusset, Régis Jauffret e Gaël Faye.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Reino Unido

Brexit só pode avançar depois de ser votado no Parlamento britânico