Mediterrâneo: 239 migrantes morrem afogados em dois naufrágios

Access to the comments Comentários
De  Miguel Roque Dias  com Reuters; AFP
Mediterrâneo: 239 migrantes morrem afogados em dois naufrágios

<p>Cerca de 240 migrantes morreram afogados em dois naufrágios, esta quinta-feira, ao largo da costa da Líbia, no Mar Mediterrâneo.</p> <p>Pelo menos 110 pessoas morreram num primeiro naufrágio de uma embarcação que transportava mais de 140 pessoas.</p> <p>Uma segunda embarcação terá, também, desaparecido no mar. 129 pessoas terão perecido.</p> <p>Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, estes migrantes serão originários da África Ocidental.</p> <p>A porta-voz da <span class="caps">ONU</span>, Carlotta Sami, afirmou que a informação foi confirmada por dois sobreviventes que conseguiram chegar à ilha de Lampedusa, em Itália.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">As new rescue operations ongoing in the Mediterranean, survivors are telling us about 2 new shipwrecks. At least 239 persons are missing</p>— Carlotta Sami (@CarlottaSami) <a href="https://twitter.com/CarlottaSami/status/794134251088318464">November 3, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Segundo a Organização Internacional para as Migrações, mais de 4200 migrantes morreram no Mar Mediterrâneo, a tentar chegar à Europa, desde o início de 2016.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">2 migrants boats sink off coast of Libya. Survivors say at least 240 are dead or missing. <a href="https://t.co/yBQNptntza">https://t.co/yBQNptntza</a> <a href="https://t.co/l2Mu9ZxfSZ">pic.twitter.com/l2Mu9ZxfSZ</a></p>— Jim Roberts (@nycjim) <a href="https://twitter.com/nycjim/status/794174565681336320">November 3, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>A <span class="caps">OIM</span> informou que, em outubro, conseguiram chegar a Itália mais de 27.300 migrantes, fazendo com que o número total de chegadas, desde janeiro, ultrapasse já os 158.000.</p>