This content is not available in your region

EUA: A quatro dia das eleições, Trump aproxima-se de Clinton

Access to the comments Comentários
De  Euronews
EUA: A quatro dia das eleições, Trump aproxima-se de Clinton

<p><strong>Com Lusa</strong></p> <p>A quatro dias das eleições presidenciais nos Estados Unidos, <strong>pouco mais de dois pontos</strong> separam a candidata Democrata, Hillary Clinton, do rival Republicano, Donald Trump.</p> <p>Segundo a mais recente sondagem da <strong>Real Clear Politics</strong>, Clinton mantém a liderança, com <strong>47%</strong> das intenções de voto, enquanto Trump chega agora aos <strong>45,3%</strong>. </p> <p>Ambos candidatos dão assim tudo por tudo numa campanha muito Americana.</p> <p>A mulher do candidato republicano, Melania Trump, <strong>entrou formalmente na campanha</strong>, já na reta final, com um discurso centrado nos valores tradicionais, para tentar <strong>apagar a imagem machista</strong> do marido e garantir-lhe mais votos femininos.</p> <p><strong>Melania</strong> marcou presença no decisivo estado da <strong>Pensilvânia</strong>, onde as sondagens apontam para um <strong>empate</strong>.</p> <p>A candidata a primeira-dama recordou a infância na Eslovénia comunista, onde “América era a palavra para definir a liberdade e a oportunidade”, e quanto a inspirava, aos dez anos, a presidência do republicano Ronald Reagan (1981-1989).</p> <p>Do lado Democrata, o atual ocupante da Casa Branca, <strong>Barack Obama</strong>, encarregou-se de galvanizar as forças democratas naquele que será talvez o Estado mais importante no escrutínio de 08 de novembro: a <strong>Florida</strong>.</p> <p>Alertando para o perigo que representaria, na sua opinião, uma Presidência Trump, Obama <strong>ironizou longamente</strong> sobre o magnata nova-iorquino do imobiliário, a sua carreira, a sua atitude, o seu estilo: “Não queiram confiar armas nucleares a uma pessoa que se irrita por causa de um ‘sketch’ humorístico do ‘Saturday Night Live’”.</p>