Última hora

Em leitura:

Mossul: Exército dos EUA diz que apelo de al-Baghdadi demonstra "perda de controlo"


Iraque

Mossul: Exército dos EUA diz que apelo de al-Baghdadi demonstra "perda de controlo"

Hot Topic Saiba mais sobre Mossul

Com agências

Para o exército dos Estados Unidos, o suposto apelo à resistência por parte dos jihadistas em Mossul, lançado por Abu Bakr al-Baghdadi, o líder do autoproclamado Estado Islâmico ou Daesh (pela sigla em língua árabe), demonstra o desespero do líder radical.

“Não retirem”, terá dito uma voz atribuida pelos canais de comunicação do grupo ao seu líder, al-Baghdadi, e divulgada na quinta-feira.

“Defender o vosso terreno com honra é milhares de vezes melhor do que retirar em vergonha”, terá dito o líder do Estado Islâmico durante a mensagem.

Esta terá sido a primeira comunicação de al-Baghdadi em quase *dois anos.

A Euronews não confirmou a veracidade da mensagem, apesar de referida pelo exército dos Estados Unidos.

O Coronel John Dorrian, do exército norte-americano, disse ser “muito claro que se trata de uma tentativa da parte do Daesh para comunicar com os militantes jihadistas.”

“E talvez seja mesmo uma prova muito clara que as chefias do Daesh estão a perder o controlo e que a capacidade de comunicar diretamente com os militantes foi atingida,” continuou.

O Coronel confirmou ainda que apenas o exército iraquiano deverá penetrar em Mossul, pelo menos, durante algum tempo.

As forças da coligação composta pelos militantes curdos Peshmerga, árabes sunitas e milícias xiitas deveriam permanecer nos arredores da cidade.

Entretanto, à medida que o exército iraquiano se aproxima de Mossul, os habitantes procuram manter-se a salvo da batalha, muitos deles deixando a região.

Segundo agências de ajuda humanitária presentes no terreno, cerca de um milhão de civis vive atualmente uma situação de perigo grave.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Turquia

Turquia: Detidos dirigentes e vários membros do partido secularista pró-curdo HDP