Última hora

Última hora

Rússia: Putin inaugura estátua controversa de Vladimir I

O presidente russo, Vlamidir Putin, inaugurou, esta sexta-feira, em frente ao Kremlin, em Moscovo, uma controversa estátua de Vladimir I, que, no século X, cristianizou o reino eslavo Rus de Kiev, ant

Em leitura:

Rússia: Putin inaugura estátua controversa de Vladimir I

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente russo, Vlamidir Putin, inaugurou, esta sexta-feira, em frente ao Kremlin, em Moscovo, uma controversa estátua de Vladimir I, que, no século X, cristianizou o reino eslavo Rus de Kiev, antecessor do império russo.

Point of view

É nosso dever resistir às ameaças do nosso tempo.

Vladimir Putin Presidente da Rússia

A cerimónia contou com a presença do patriarca ortodoxo russo Kirill.

Em pleno Dia da Unidade Nacional, o chefe de Estado exorta os russos a serem resilientes e a resistir às ameaças.

“Hoje, é nosso dever resistir às ameaças do nosso tempo, apoiando-nos nos mandamentos espirituais e nas inestimáveis tradições de unidade e de acordo, e prosseguir, assegurando a continuação da nossa história milenar”, afirma Putin.

A poucos metros dali, centenas de pessoas ocuparam as ruas do centro de Moscovo demonstrando apoio ao presidente.

Nos arredores da cidade, outra manifestação.

Centenas de membros de movimentos de extrema-direita, acusaram Vladimir Putin de apenas investir no exército, esquecendo as pessoas, a saúde e a educação.

Um dos líderes da manifestação, Yuri Gorsky, conta que “para um nacionalista russo, o inimigo está dentro do país. É um burocrata. A elite política uniu-se a Putin graças às guerras na Síria e no leste da Ucrânia”.

O Dia da Unidade Nacional foi instituído pelo presidente, em 2005.

A recente efeméride substituiu o dia dedicado à Revolução Bolchevique de 1917, celebrado, na era soviética no dia 7 de novembro.